segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Empaquei no tal do meio termo. Eu que sempre fui extremos, sempre gostei dos polos, 8 ou 80 era comigo mesma, empaquei nos 50% e pra piorar a decisão do rumo a seguir não depende somente de mim. Eu gostava de controlar o futuro com planos e mais planos e de repente, assim do nada, alguém me faz parar no meio termo. Não sei se vocês sabem, mas não sou a senhora sutileza. Minhas "indiretas" são como outdoors com luzes neon, basicamente um soco na boca do estomago. Geralmente sei o que quero e quando quero e gosto de ser direta e sincera sobre isso. Tá que sou indecisa o tempo todo, mas quando tomo uma decisão as coisas se tornam um tanto diferente. Sou a pergunta OU a resposta, mas NUNCA aquela linha do caderno entre uma e outra. Sou 8 ou 80. E logo eu tão indecisa e tão extrema empaquei nos 50% por algo que conseguiu se mostrar meu equilíbrio. Eu só quero dar um passo e saber que será reciproco. 
Pensando bem, talvez nunca tenha sido o meio termo que me assustava, mas sim o fato de pisar em falso e desequilibrar tudo, inclusive os meus extremos. 







Nenhum comentário:

Postar um comentário