segunda-feira, 16 de junho de 2014

No mínimo é cômico me pegar lembrando de um passado que já não é mais tão recente.
Dizem que saudade boa é aquela que nos traz um sorriso nos lábios ao ser sentida, porém será que continua sendo tão boa quando o sorriso é acompanhado por lágrimas?
Na simplicidade do que nós fomos, me lembro de todas as discussões tolas por discordância. Sempre fomos opostos. Você sempre foi o glamoroso ponto de exclamação com todas as suas certezas gritantes. E eu sempre fui o pequenino ponto de interrogação com todas as minhas tímidas duvidas. Você dizia 8 eu batia de frente dizendo 80 e só chegávamos numa decisão quando você me puxava pela cintura e fazia todos os pontos se tornarem reticencias.
Nunca fomos perfeitos um para o outro. Lembro-me da legenda de uma foto onde nos denominamos "A Dama e o Vagabundo". Eu era simples demais perto de ti, pequena demais. Porém, mesmo com todas as diferenças notáveis, você era e talvez seja para sempre a resposta de todas as minhas perguntas, a minha solução.
Não sei como explicar pra você de quantas inúmeras formas você me salvou e provavelmente isso não venha mais ao caso, já que a um bom tempo venho andando destruída, mas quando coloco o lado o bom acima de tudo, você toma os meus pensamentos com soluções e frases que só você diria pra mim.
Hoje ouvi uma coisa que não gostei e segurei as lágrimas que começaram a brotar. As pessoas te olham, mas não te enxergam como eu enxergo e eu gostaria que todos pudessem te ver com meus olhos. Te julgam pelo garoto que partiu em pedaços o coração da "patricinha" que nada tinha em comum com você. Mas ninguém resgata a historia pura de anos atrás. Ninguém sabe quantas vezes você foi o único a "estar lá" por mim, quantas vezes me abraçou sem eu precisar dizer nada e tomou as minhas dores pra você. Você nunca mediu esforços pra me fazer a garota mais feliz do mundo. Você me amou e sinto um peso enorme em dizer esse verbo tão lindo e nosso no passado, mas como já lhe disse em outros milhares de textos eu não sei mais nada sobre você, apesar de desejar o tempo todo que ainda tenha vestígios de mim dentro de ti.
Você foi meu vilão sim, porém tudo isso perde a importância diante do que um dia você fez por mim, então ainda lhe tenho como herói. E não importa quantas pessoas irão me criticar por isso, ou quantas irão tentar fazer eu ver o teu pior lado, eu sei que dediquei um tempo da minha vida para uma pessoa que assim como eu tem dentro de si o lado bom e o ruim, e que durante o tempo que esteve comigo, o lado bom sempre pesou mais.
Talvez seja o fato de você ser as repostas das minhas perguntas que ainda me mantém tão presa a você, talvez seja o fato de você ser o meu herói que ainda me faz tão sua e sinceramente? Me sinto tola por isso, mas dizem que quem ama é ligeiramente estupido e já que é pra ser estupida, que seja pela pessoa que um dia foi o meu oposto perfeito.


- Karyne Santiago.


Tumblr

Nenhum comentário:

Postar um comentário