sexta-feira, 16 de maio de 2014

E então eu fechei os olhos e suspirei. Senti tuas mãos quentes tocarem minha cintura, teu corpo se achegar ao meu em um abraço confortante e tua respiração suave na minha nuca. Foi estranho confesso. Estava pensando em ti inconscientemente. Estava sentindo teu perfume, teu toque, tua respiração sem querer nada disso, sem querer pensar em você. Foi como se por um momento, enquanto eu tentava descansar, você tomasse conta da minha mente, mostrando-me que apesar do dia ter sido ruim e eu ter te bloqueado dos meus pensamentos, você quisesse mostrar-se presente, quisesse provar que pode passar uma semana, um mês, um ano, mas você ainda estará dominando os meus pensamentos antes de dormir. 
Você tem esse poder de controlar minha mente e aparecer assim do nada, quando quer. E eu não entendo sabe? Logo você que sempre se fez ausente, acaba sendo sempre tão presente em minha vida. 

- K. Santiago.

Nenhum comentário:

Postar um comentário