terça-feira, 18 de março de 2014

Tenho muito o que falar ainda, mas estou me perdendo entre as palavras. Minha cabeça anda girando loucamente em frases e mais frases sobre 'desamor' e não estou conseguindo mais organizar os pensamentos para de repente, ao menos uma vez fazer um texto que seja realmente bom. 
Se isso estivesse acontecendo a um tempo atrás eu diria que estava deixando de ser boa no que faço, ou que estava entrando na maldita fase ruim de um escritor... Mas não é nada disso... Só estou passando por turbulências mentais que fazem minha cabeça girar milhares de vezes tentando encontrar um sentimento exato para poder ser descrito em algumas linhas, pois nem eu mesma sei mais o que estou sentindo. 
Virei uma mistura de medo, fragilidade, confusão, amor, ódio, saudade e todos sentimentos mais que possa existir neste vasto universo.
Creio eu que os textos denominados "desamor" acabarão em breve. Não sei quando, mas sinto que está no fim... Sinto que tudo está no fim.
Então, já me prontifico a agradecer os que leram, os que gostaram, os que viveram comigo os dias de desamor, os que acompanharam... Obrigada. Você fez isso tudo ser um pouco mais importante. 


- Karyne Santiago.

Nenhum comentário:

Postar um comentário