quinta-feira, 18 de julho de 2013

Posso parecer forte, intacta, confiante e como dizem por ai, vingativa! 
Aos olhos dos outros sou assim. A megera, a fera, a bruta, a vilã. A bruxa dos contos de fada. Todo mundo acha que passei por cima dos problemas, que me recuperei, porém não é exatamente assim.
Ainda não estou 100%, não estou bem! Não sou a fortaleza que pareço ser, nunca fui. Vilã então, passei bem longe.
Eu sorria nas fotos e com os amigos, mostrava ser forte para não ganhar sermão. Queria ser fria na frente das pessoas. Porém, quando estava sozinha de noite, quando finalmente tirava a mascara e respirava fundo eu voltava a ser a menina indefesa com um enorme ferimento no peito. Ainda faço isso! Pode parecer que não, mas eu ainda choro ao pensar que tudo poderia ter sido diferente, choro por saudade, por falta, por ciumes. 
Estou ciente de que gritei para os quatro cantos do mundo que estava bem, porque pensava que dessa forma eu realmente ficaria. Mas nunca estive. O nível da minha dor nunca saiu do 10. Eu só segui a vida porque infelizmente a vida não para por causa de um desamor. Eu não conseguia parar por medo das criticas. Não tive meu momento de luto e não pude ter... E agora eu desabei. Agora eu quero ficar quieta no meu mundo, com as minhas lembranças, medos, arrependimentos e lagrimas. Preciso do meu luto! 
Então não repare se eu te procurar, ou comentar sobre você. Eu só estarei fazendo o que não pude por medo de ser julgada.
Estou oficialmente começando o meu luto! 

- Desabando, Karyne Santiago.

virtual. | via Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário