quinta-feira, 13 de junho de 2013

Penei pra escrever algo, mas parece que hoje minha mente não quer se manisfestar. Ela está meio rebelde sabe, andou brigando com o coração e os dois não se falam. Ele coitado está mais perdido que cego em tiroteio. Tão machucado, tão sozinho, mas batendo tão rápido e forte por um outro alguém. A mente está dando uma de durona. Está com os braços cruzados, fazendo cara feia enquanto o pé bate no chão inquietante. O coração quer amar, se apaixonar, se emocionar, fazer o sangue circular mais rápido, mas a mente não. Ela quer relaxar, ser livre, um tanto vazia, não ter preocupações. Afinal, o coração apesar de tudo continuou batendo depois da guerra, a mente precisou de ajuda médica para se recuperar e apesar de não parecer ela ainda está com graves hematomas. O coração diz que sim, faz mil e um planos, gosta e desgosta, mas a memoria dele para situações como a da ultima guerra é falha demais. A mente diz não, bate o pé, briga e relembra todos os erros. Diz que precisa de paz, que não quer outra decepção, que está precisando de um descanso, um tempo pra mim e pra ela. E nisso os dois discutem o tempo todo. Um me puxa para um lado, e o outro para o outro. Sinto que algumas vezes a mente esbofeteia o coração sem dó, e ele começa a bater fraquinho que eu chego a pensar que vai parar. Mas quando esse coração bobo revida, ninguém consegue segurar a "dona mente" e ela sempre acaba caindo e se machucando de novo. E ultimamente tem sido assim, essa briga de amores e desamores, essa coisa de ódio vs amor, coração vs mente... Ridículo talvez, mas uma verdade e tanto.

- Coração vs Mente, Karyne Santiago.

Nenhum comentário:

Postar um comentário