sábado, 1 de junho de 2013

Estou cansada... Não ri, estou falando sério cara. Estou cansada. Tipo, exausta sabe? Eu estou cansada do meu jeito de ser, do meu vazio interior, do meu corte de cabelo. Estou cansada das cores das paredes de casa, das minhas roupas, do meu jeito. Cansada por dentro e por fora. Casada de mim e da minha vida. Exausta. Meu corpo não está mais suportando os meus extremos. Meu estomago resolveu ser neurótico, está sempre enjoado ou doendo, não aceita comida nenhuma, e quando eu como ele implora pra eu colocar tudo pra fora. Meus olhos estão ardendo, e cada dia que passa as olheiras ficam mais roxas, isso é efeito do sono que eu não tenho mais. Meu corpo pede cama dia e noite de fraqueza, mas eu insisto em fazer ele andar, andar e andar mais um pouco. Subo, desço, pulo, corro, gasto energias que não tenho. Estou como uma maquina a todo vapor. Meu cérebro trabalha 24h por dia sem descanso, pois até mesmo na hora de tentar dormir, ele está me fazendo sonhar. Então, eu estou realmente cansada. Em todos os aspectos. Não é mais aquele "eu cansei" dramático de toda crise existencial, alias, eu não estou numa crise existencial. Eu parei de perguntar porque as pessoas não gostam de mim desde que eu percebi que as pessoas gostam de mim, me valorizam pelo que sou e querem um pouquinho do meu tempo pra estar comigo, estar me fazendo rir, e estar me fazendo bem. Eu parei de fazer drama a partir do momento que as pessoas demonstraram se importar de verdade. Conheci pessoas que me mandam sms de bom dia, um bom dia tão animado que instantaneamente me faz sorrir, e me reaproximei de gente que me faz feliz de verdade, que se importam tanto que se eu disser "hoje estou mal" a pessoa vem na minha porta me fazer rir, ou se não mesmo estando numa viagem, mesmo curtindo a família bem longe de mim, manda um sms perguntando como estou e dizendo que está sentindo minha falta. Parei com o drama depois de ver que tenho o meu valor, ainda não descobri qual é esse valor, mas sei que tem gente que está pagando por ele sem medo. Então o meu "cansei" não é um drama, não é um 'desisto' assim de mão beijada... Eu só cansei de ser taxada como idiota, de ficar por baixo, de fugir de mim. Cansei do meu cabelo, enjoei, acho que ele deveria estar maior e minha franja deveria estar jogada para o lado, cansei do meu look, quero ser mais moderna, usar tênis pra escalar monumentos na cidade e saltos para deixar o bumbum mais empinado. Também cansei de ser invisível. Eu estou aqui não estou? Então me olhem, nem que eu esteja pagando mico, se eu estiver, gravem e postem no youtube, dane-se o que vão dizer, chega de pensar pela cabeça dos outros. Eu cansei, de tudo, de todas as formas... Mas o meu cansei já não é mais um 'eu desisto', agora ele é um 'vou me esforçar pra mudar', talvez não dê certo, mas não custa tentar.

- Cansei, Karyne Santiago.

Nenhum comentário:

Postar um comentário