domingo, 12 de agosto de 2012

Segredos guardados por uma vida. Um silencio que mata. Um grito é o que eu mais desejo. Ser forte para dizer a verdade e fazer o coração voltar a bater mais forte. Um amor machucado que passou barreiras e finalmente foi abençoado, mas o segredo da vida ainda não me deixa ser feliz por completa. Disfarçando com um sorriso o que o futuro nunca apagará. Porque? Nem eu mesma sei! Nem nunca saberei. A duvida mata, o remorso judia, mas errar é humano, não é? Ou será que ao errar nunca ganharemos o perdão de Deus? Se for assim, nossos corpos lutaram contra a morte, mas a alma falecerá, aos poucos pela culpa, pelas mentiras. E da forma mais dolorosa o corpo acabará caindo na sedução da morte e falecendo aos poucos e durante isso lembraremos de Deus, implorando o perdão, gritando em um estranho silencio. E durante o sono eterno, perceberemos que apesar de errar, ser humano, e a alma ser perdoada continuaremos com o peso do sofrimento. Porque até além da vida nos julgaremos de forma errada e sofreremos pelo resto da vida de nossas almas. Errar é comum e humano, mas o perdão só vem "Dele". A vida é curta e rápida, e principalmente imprevisível. Nunca saberemos se amanha ou depois estaremos vivos. Por isso temos que lembrar "Dele" em todos os segundos. E pedir perdão pelos atos errados, porque na hora da morte do corpo não teremos tempo, nem forças pelo grito silencioso de perdão! Deus é pai, e ele, apenas ele tem o poder do perdão verdadeiro!


- Karyne Santiago.


484635_379057552161373_953230880_n_large

Nenhum comentário:

Postar um comentário