terça-feira, 6 de setembro de 2011

Definitivamente eu não sei o que estou fazendo aqui, mas é que de repente me deu uma vontade enorme de escrever. A pergunta é, escrever o que? Eu também não sei. 
Hoje eu to triste. Bom, na verdade eu estou triste já faz um tempo, mas as coisas vem piorando a cada dia. Nada está fácil. Até sorrir está sendo uma tarefa difícil ultimamente. Não sei o que está acontecendo comigo, talvez eu só esteja muito estressada, afinal ultimamente não tenho tido muito tempo, ou quem sabe eu esteja passando por uma das crises da adolescência. Enfim, de uma forma ou de outra, se eu fosse medica me diagnosticaria com depressão. Drama? Infelizmente não. Eu estou realmente falando sério. De uns meses pra cá, eu sorrio porque tento ser social. Minha verdadeira vontade era estar trancadinha num quarto escuro. E pra melhorar essa ultima semana não está sendo muito boa, então estou um trilhão de vezes mais depressiva que o meu normal. 
O que eu odeio em mim, é achar que estou errada sempre, mesmo que estejam "pisando" em mim. Eu sempre serei aquela pessoa que pede desculpa entende? Ou aquela pessoa que mesmo quebrada aos pedaços esconde tudo, pra não fazer ninguém sofrer, pra tentar deixar todo mundo feliz. Uma vez minha psicologa disse que isso é péssimo pra mim, mas eu não aprendi a ser diferente, isso é um defeito de fabricação. Eu sinto vontade de dizer muitas verdades pra esse povão que tanto me faz mal, mas na maioria das vezes penso no amor que eu tenho por todos eles, e me coloco no lugar de cada um ouvindo essas tais coisas e ai desisto de falar o que sinto, porque talvez eles não suportariam. O problema é que eu sou tão pequena pra suportar tudo isso, que o peso escorre pelos olhos, na forma de uma gota cristalina e salgada que muita das vezes deixa um gosto amargo na boca. 
Foi-se o tempo em que o que doía eram os ralados dos joelhos. Era tão mais fácil cicatrizar, e quase nem doía. Eu bem que gostaria de voltar para aquela época. Brincar de boneca, e pular corda. Brincar de ter uma vida perfeita, sonhar em ter uma vida perfeita...



Nenhum comentário:

Postar um comentário